Os Pesadelos

Pesadelos

À medida que o seu filho começa a crescer, a ficar mais independente e a explorar o mundo é natural que surjam também os medos. Estes medos vão sendo diferentes e acompanham o crescimento e são algo perfeitamente normal no desenvolvimento das crianças.

Mas seja em que idade for, afectam frequentemente o sono. Por isso, quando o seu filhote a acordar, dizendo que está com medo de alguma coisa, não desvalorize imediatamente. Não lhe diga logo que “os monstros não existem” ou que “não está ninguém no armário”. Também não se deve rir ou mostrar-lhe que a situação é ridícula. Os medos são quase sempre algo irracional e, por isso, não vale de muito tentar racionalizá-los. (Explique lá a alguém que tem medo de alturas que deve subir ao Empire State Building para ver Nova York!).

Mesmo que seja algo que não existe no mundo real, na nossa imaginação trata-se de algo muito real e, por isso, não deve ser menosprezado.

De qualquer forma, e mesmo que a maioria dos medos dos nossos filhotes seja irracional, é importante tentar entender se, de facto, existe alguma razão que justifique esses medos.

Se não houver nenhuma alteração significativa nas suas vidas e se perceber que esses medos são os normais da idade, pode então lidar com eles de várias maneiras.

A melhor forma de combater monstros, bruxas ou homens maus começa durante o dia. É enquanto há sol que devemos tentar aumentar a confiança dos nossos filhos.

Como fazer.

  • Quadrilhar”: deixe que o seu filhote a oiça conversar com os seus bonecos ou peluches favoritos sobre as coisas corajosas que faz durante o dia. Por exemplo, “Ursinho Zé, nem imaginas o que o Miguel hoje fez! (e descreve algo que seja motivo de exaltação ou de orgulho e que deixe o seu filho contente).
  • Deixe-o ser herói: brinque com o seu filho, colocando-se em diferentes situações em que precisa da sua ajuda. Deixe-o parecer forte e corajoso. Peça-lhe ajuda para levar um saco ou para arrumar alguma coisa e dê-lhe a entender que ele é forte e crescido.
  • Conte-lhe histórias: invente histórias cheias de aventuras em que existe um menino pequenino (pode ser um coelhinho, um sapinho ou um outro animal) que tem medo de alguma coisa, mas que com a ajuda do seu amigo mágico consegue superar todos os medos e fazer coisas muito divertidas.
  • Seja criativa: ofereça ao seu filho algumas soluções criativas para acabar com os medos. Uma lanterna mágica, um pó mágico anti-monstro, uma fotografia que tira com ele em que ambos estão a fazer uma careta que assuste os monstros durante a noite… dependendo da idade e dos gostos do seu filho há uma série de opções engraçadas que podem ajuda-lo a ultrapassar alguns medos. Basta que se ponha no lugar dele!

Estas são estratégias que pode usar durante o dia para aumentar a confiança do seu filho. Durante a noite, e se o seu filho acordar com um pesadelo, conforte-o. Sempre. Deixe-lhe uma luz acesa se ele o pedir. Ofereça-lhe um “boneco mágico”, olhe debaixo da cama ou dentro do armário. Tudo o que sirva para confortar e acalmar o seu pequenote. E depois, dê-lhe um beijinho e deite-o novamente.

Trackback from your site.

Leave a Reply