Terrores Noturnos

  • terrores noturnos
  • Post Image

Os terrores noturnos são algo assustador para qualquer mãe. A criança pode chorar muito, gritar, arquear as costas e demonstrar que está em pânico. Pode transpirar, ter o coração e a respiração acelerada, ter os olhos abertos e, mesmo assim, não dar pela sua presença! As mães e pais ficam bastante preocupados e até confusos porque os filhos parecem acordados, mas estão totalmente inatingíveis. Falam-me muito disso nas consultas. Há pais que não sabem do que se trata e ficam ainda mais assustados por não conseguirem perceber nem ajudar o seu filho. A verdade é que, por mais que se fale com os pequeninos ou se os tente acalmar, eles não reagem. Isto porque estão a dormir.
Os especialistas chamam a estes episódios “terrores”, mas ninguém sabe ao certo se as crianças estão de facto a vivenciar algum tipo de medo ou terror. O que se sabe é que não há muito que os pais possam fazer para ajudar o filho enquanto um episódio destes acontece.
Este tipo de episódio dura entre 5 a 15 minutos, ocorrem nas primeiras 2 a 3 horas de sono e é comum que os pequenotes simplesmente voltem a dormir tranquilamente sem qualquer noção do que se passou. Em compensação os pais ficam traumatizados durante horas…ou dias.

Não vale sequer a pena mencionar o episódio ao seu filhote porque ele não terá qualquer lembrança e pode ficar preocupado inconscientemente – o que ainda poderá contribuir para desencadear mais episódios.

No entanto, pode e deve, proteger o seu filho contra algum tipo de perigo. Há algumas crianças que começam a andar durante os terrores noturnos. E, nesses casos, podem magoar-se ou colocar-se em situações potencialmente perigosas. Se for o caso, proteja-o e tente encaminha-lo, com calma, para a cama.
Durante o terror noturno pode ir tentando fazer comentários tranquilizadores como “a mamã está aqui”. Se perceber que ajuda, continue. Caso contrário, não o faça.

Não há nada que se possa fazer durante o episódio – na verdade, se tentar interferir demasiado e acordar o seu filho, é provável que ele fique ainda mais irritado e zangado – mas há algumas coisas que pode tomar em consideração para tentar prevenir os terrores noturnos:
Corte com todos os estimulantes, como o açúcar ou a cafeína a partir das 16h. (imagino que não ofereça café ao seu filho, mas refrigerantes como a Coca-cola estão cheios de cafeína e conheço muitas crianças que os bebem).
Reduza a quantidade de tempo que o seu filho vê televisão e evite-a, principalmente à noite
– Monitorize os programas que o seu filho vê na televisão para ter a certeza de que não há desenhos animados ou filmes muito violentos
Mantenha os horários da sesta e do deitar o mais certos possível, já que ir tarde ou demasiado cansado para a cama é reconhecido como um factor que pode desencadear um episódio de “terror noturno”.

Há algumas coisas que podemos fazer em conjunto para ajudar a que os episódios não se repitam ou sejam menos frequentes. No entanto, para isso é necessário uma conversa mais profunda com os pais.
De qualquer forma, é importante perceber que os terrores noturnos têm um nome assustador, são assustadores para quem os presencia, mas são absolutamente “normais” dentro de um correcto desenvolvimento das crianças. Depois de passar o episódio e se sentirem que o vosso filhote precisa, o melhor a fazer é assegurar-lhes que está tudo bem, dando uns miminhos e carinhos. E voltem a dormir descansados.

Trackback from your site.

Comments

  • Carina

    Written on 2 Agosto, 2017

    Responder

    Boa Tarde,
    Tenho dois filhos a mais velha tem 4 anos e o mais pequeno quase 2… A mais velha tem os famosos terrores noturnos desde os 2+- é tal e qual aquilo que descreve agora já lido melhor com a situação não fico tão preocupada/nervosa e sem saber o que fazer… A mim parece que duram uma eternidade mas sim creio que não deve passar dos 5m!!!! O mais novo teve o que me pareceu ter um esta semana com a diferença que “esperneava muito” chegando ao ponto de não o conseguir segurar, quando terminou adormeceu e ficou super sossegado a dormir!!!!!
    Parabéns pela escrita, ADORO

    • Sleepy Time

      Written on 2 Agosto, 2017

      Responder

      é mesmo complicado Carina. Ver os nossos filhos daquela forma e não conseguir ajuda-los a acalmar. A boa forma de encarar isso é que de facto eles estão bem. É um episódio muito mais exterior. Beijinhos e felicidades para os seus filhotes!

Leave a Reply